Como o reggaeton se tornou um fenômeno mundial no Spotify

Com uma batida viciante, a música latina – mais especificamente o gênero reggaeton – se expandiu muito além de seus países de origem para se tornar o gênero que lidera paradas no mundo todo. Nos últimos meses, “Despacito – Remix”, de Luis Fonsi e Daddy Yankee, com ninguém menos que Justin Bieber cantando em espanhol, ao lado de “Mi Gente”, de J Balvin, não saíram da liderança entre as faixas mais ouvidas no Spotify mundialmente.

Até quem nunca ouviu falar em reggaeton já escutou este ritmo em qualquer música pop nos últimos anos:

Esse ritmo, que tem origens no dancehall, já não é exclusivo ao reggaeton. Sua influência pode ser ouvida em vários tipos de música, inclusive em “Shape of You”, de Ed Sheeran, a segunda música mais ouvida na história do Spotify. Outros hits que não são reggaeton mas que também trazem essa influência latina incluem “No Vacancy”, de OneRepublic, “Cheap Thrills”, de Sia, “Sorry”, de Justin Bieber, faixas recentes de Major Lazer e “Unforgettable”, de French Montana, que volta à cena latina com o “Latin Remix”, por J Balvin.

O reggaeton está pegando fogo, mas seu sucesso vem sendo construído há anos. Conforme o Spotify cresceu de 10 milhões de usuários em maio de 2014 a 140 milhões em junho deste ano, o share – ou a participação – do reggaeton dentro das reproduções totais do Spotify cresceu 119% (do segundo trimestre de 2014 ao segundo trimestre de 2017). Em comparação, a participação do pop cresceu 13% no mesmo período, e a música country 4%.

 

O Spotify é campeão do reggaeton há anos com a playlist Baila Reggaeton, cujo crescimento se deu em paralelo e em muitos casos também influenciou o sucesso do reggaeton.

“É muito gratificante ver o reggaeton explodir e acompanhar as reações dos artistas”, diz Rocio Guerrero, que está à frente da programação e da curadoria de música latina no Spotify. “Passou de um subgênero discreto para esse enorme fator de mudança de mercado. Também estamos ansiosos para ajudar outros gêneros latinos a crescer e para usar nossa plataforma para diminuir as diferenças de gênero predominantes no reggaeton e na música latina em geral”.

O Efeito Baila Reggaeton

Lançada em novembro de 2013 por Rocio Guerrero, Head of Global Cultures do Spotify, a playlist Baila Reggaeton (em português: “dance reggaeton”) aumentou o número de streams de faixas importantes do reggaeton ao longo dos anos, ao mesmo tempo que traz novos fãs ao gênero e novos hits para os fãs. Além de dar um impulso no número de reproduções, adicionar uma música nova a essa playlist (que é a terceira mais popular no Spotify em todo o mundo) influencia no crescimento constante da faixa, à medida em que a audiência segue aumentando:

Para mostrar o efeito da playlist na música, os gráficos acima mostram apenas faixas que já haviam sido lançadas antes de serem adicionadas à Baila Reggaeton. Já as seguintes músicas foram adicionadas à playlist no mesmo dia em que foram lançadas, como estratégia de curadoria de Rocio Guerrero:

“A importância de fazer parte da playlist Baila Reggaeton do Spotify é que os interessados no gênero, assim como os fãs, têm acesso ao que há de mais recente no Reggaeton”, disse J Balvin, cujos hits “Mi Gente” e “Bobo” foram incluídos em Baila Reggaeton no dia em que foram lançados. “Isso amplia o alcance do gênero e da nossa cultura em todo o mundo. Eu me sinto extremamente abençoado cada vez que uma das minhas músicas chega às paradas – é mais um motivo para celebrar.”

“Com mais de cinco milhões de assinantes, definitivamente Baila Reggaeton é uma playlist extremamente importante para representantes da música urbana”, disse Daddy Yankee, cujo “Shaky Shaky” teve um aumento de 439% em streams depois de ser adicionado à Baila Reggaeton. “Isso mostra o poder da nossa música globalmente, especialmente com o Reggaeton. Eu percebi a influência do Spotify quando vi programadores de rádio procurando esses tipos de playlists para programar as músicas mais populares em suas estações. Todos os dias o jogo continua mudando. “

Quebrando Barreiras

Grande parte do reggaeton é criado na Colômbia e em Porto Rico mas, com o Spotify presente em 61 países, naturalmente uma faixa adicionada a uma playlist tão bem sucedida como a Baila Reggaeton terá acesso a um público muito mais amplo.

O reggaeton é dessa forma exportado ao mundo todo: Colômbia e Porto Rico já ouviram cerca de 7.500 anos de reggaeton no Spotify desde janeiro de 2014, enquanto os importadores de reggaeton – leia-se o resto do mundo – ouviram cerca de 140.000 “anos reggaeton” durante o mesmo período. Assim, 95% do reggaeton é “exportado”, uma vez que a reprodução acontece fora de seus países de origem.

O seguinte mapa interativo de streams de reggaeton mostra como o Spotify ajudou a levar o gênero ao cenário global. Vale observar a quantidade de reproduções fora dos países de língua espanhola:

Fenômeno Global ‘Despacito’

Talvez não exista exemplo mais perfeito de reggaeton entrando no mainstream global do que o remix Despacito. O original em espanhol de Luis Fonsi e Daddy Yankee, lançado em janeiro, se tornou um enorme sucesso global ao longo do ano, especialmente nos países latino-americanos, e permanece nas paradas globais apesar de ter sido lançado há oito meses. Já o remix com a participação de Justin Bieber, lançado em abril, atualmente segue na segunda posição entre as músicas mais ouvidas globalmente no Spotify. Combinados, a faixa original e o remix contam com mais de 1,3 bilhão de streams até hoje.

O gráfico a seguir mostra a quantidade de streams diários do original e do remix, na América Latina e nos EUA. Enquanto na América Latina ambas as faixas seguiram dentro da taxa esperada, nos EUA os streams da faixa original cresceram após o lançamento do remix:

Este mapa mostra a evolução da faixa original “Despacito” ao redor do mundo:

 

O remix Despacito não é a primeira vez que um artista reggaeton se associou a um artista mainstream para lançar um sucesso global em conjunto – ouça também “Algo Me Gusta De Ti” de Wisin & Yandel, com Chris Brown e T-Pain; “Safari” de J Balvin com Pharrell Williams, BIA e Sky; e o remix latino de “Shape of You”, de Ed Sheeran com Zion & Lennox.

Agora que o reggaeton conquistou seu poder e influência no mundo, cada vez mais artistas solo do gênero devem figurar nas paradas. O Reggaeton está por tudo em 2017 e o Spotify se orgulha em ter acompanhado esse crescimento e por ter promovido o gênero nos últimos anos entre seus 140 milhões de usuários.

Baila Reggaeton!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s